quinta-feira, 19 de junho de 2008

Carta Suicida


Se nesse exato momento, eu resolvesse que devo me matar;
Que passado eu teria agora para relembrar e apagar.
Como eu queria clamar em alta voz que um dia arrisquei;
Ou que em algum momento, em meu privilégio pequei;
E mesmo sabendo que tudo ia dar errado, mesmo assim eu errei, mas tentei.
Quanta vergonha tenho de dizer: "vivi";
Nem sei se ao menos posso afirmar que existi;
Então do que me valeu tudo isso, se chegando agora, ao começo do meu fim;
A vida se resume e termina em um sincero: desisti.

Desisti de viver, por medo de errar;
E tive um dia a inútil tarefa de desistir de perder;
Pelo simples medo de poder talvez ganhar.
Não trilhei nenhum caminho, por medo de tropeçar;
Nem mergulhei bem fundo, mesmo sabendo que poderia nadar.

Entre os tantos porquês da minha vida, que tenho medo de perguntar;
Queria saber realmente, o que tenho de bom pra lembrar;
Que musica, tive o prazer de ouvir e sair a cantar;
Quantas vezes fiquei parado a contemplar o luar;
E o porquê, que não recitei aquele belo poema;
Que por tantas vezes, ensaiei pra te falar.

Não amei, não cantei, não me arrisquei à falar;
Nunca joguei, não falhei, nem mesmo me permiti pecar.
Envergonhei-me, não perguntei, nem tenho lembranças boas pra comentar;
Por fim, está reflexão, só me deu mais certeza;
Que realmente chegou a hora de deixar de vegetar.


Antes que pensem que estou pensando em me suicidar,quero deixar claro que a morte nesse texto tem sentido simbólico.Morre o velho prá brotar o novo.E se espera que esse novo seja realmente melhor.

7 comentários:

Daniela Filipini disse...

NOSSA, pensei que vce ia se matar =X aehihaeioah
lindo e triste textoo

biazinha disse...

Há muita vida pra se viver, não importando dores ou alegrias, vida é aprendizado e a dor sempre traz algum ensinamento.
Erros também são produtores de acertos já que são uma via pra reflexão. A vida repleta só de acertos por si só é um grande erro.
O que tens de bom? ser gente, ser irremediavelmente humano e poder avivar em sua memória tudo que partilhaste com outras pessoas, sons, músicas, cheiros, gostos, paixões, amores, alerias, dores.
Gosto muita de um música que reflete o que é ser gente:
Gente olha pro céu
Gente quer saber o um
Gente é o lugar
De se perguntar o um
Das estrelas se perguntarem se tantas são
Cada, estrela se espanta à própria explosão
Gente é muito bom
Gente deve ser o bom
Tem de se cuidar
De se respeitar o bom
Está certo dizer que estrelas
Estão no olhar
De alguém que o amor te elegeu
Pra amar
Marina, Bethânia, Dolores,
Renata, Leilinha,
Suzana, Dedé
Gente viva, brilhando estrelas
Na noite
Gente quer comer
Gente que ser feliz
Gente quer respirar ar pelo nariz
Não, meu nego, não traia nunca
Essa força não
Essa força que mora em seu

Coração
Gente lavando roupa
Amassando pão
Gente pobre arrancando a vida
Com a mão
No coração da mata gente quer
Prosseguir
Quer durar, quer crescer,
Gente quer luzir
Rodrigo, Roberto, Caetano,
Moreno, Francisco,
Gilberto, João
Gente é pra brilhar,
Não pra morrer de fome
Gente deste planeta do céu
De anil
Gente, não entendo gente nada
Nos viu
Gente espelho de estrelas,
Reflexo do esplendor
Se as estrelas são tantas,
Só mesmo o amor
Maurício, Lucila, Gildásio,
Ivonete, Agripino,
Gracinha, Zezé
Gente espelho da vida,
Doce mistério


Beijos, querido.

Jú Maria disse...

LINDO!
Mesmo :)
Adorei o blog...
Você escreve com maestria \o/
Me identificquei muuuuuito com o poema!
Sabe, ao contrário da maioria, achei o post bem FELIZ!
É feliz de verdade, porque unfim voce conseguiu libertar-se do passado(pelo menso em tese e poema rs) e de tudo oqeu te incomodava, e como diz o comercial - VIVA O NOVO!!
Parábens pela decisão (espero que consiga por realemnte em prática) e pelo post!

Juliana Carvalho disse...

Ô Sr incógnita... eu te linkei tudo bem?
Ah, tive q comentar no post de baixo tbm :D

cris santos disse...

Giga, Sei que comentar no proprio blog é algo um tanto estranho, mas como o meu nome aqui só tem servido de enfeite (falta de tempo, todas as desculpas que vc ja ouviu e tals - blz, falta criatividade!).
Mas, esse post é mais forte ainda do que os demais... e não posso negar que me alivio em saber que ele de um modo geral, é um final positivo de uma quase tragedia...
Bom, precisa dizer que muitas vezes me peguei a me questionar oque já tinha feito, oque aproveitei dessa vida e sempre no final me via em saldo negativo, e sempre as mesmas juras... Vou começar a viver? - Façamos mais do que Palavras!

Ah, claro, na sua idade, morrer o velho ok! Mas nascer novo fica meio dificil, acredita em fonte da juventude? xD
Uma dos meus ultimos consolos é saber que cada manhã é um novo dia...Chance para deletar o passado e Recomeçar, ao menos tentar.

Abraços Irmãozinho! (inho no sentido de anão mesmo rs)
E otima Ferias!

cris santos disse...

("Quer uma dica de amigo, "comece a beber, vc nunca vai ouvir um litro de pinga dizer que te ama e minutos depois ve lo beijando o seu vizinho."Pense nisso.")
Vlw, vou seguir seu conselho, mas se depois voce vier me falar para abandonar a bebida vai ver só rs...
E o pior, quantos cachaceiros não dividem o mesmo litro de pinga, nem ela merece confiança!
Tbm não to acreditando mto no amor não, aquilo lá é só um textossauro besta por falta de assunto...

Não gostei do "cara de peixe morto", eu nem sei nadar... E até onde eu sei, o pulso ainda pulsa.
Vá se ferrar e um dia eu reparo meu saldo. Voce acha que as abobrinhas que eu posto no palavras cabem aqui? Depois te mando alguma coisa para voce revisar, sempre achei que o nivel da Nau esta mais elevado =/

Abraços!

Tyellë disse...

Realmente existem várias formas de se matar, uma delas é desistir da vida antes mesmo que ela acabe...desistir dos sonhos, da própria capacidade em vencer, fracos são aqueles que desistem de uma coisa tão bela chamada vida...

Esse blog está maravilhoso e já está em meus favoritos...
muitooo sucesso

sempre estarei por aqui!!!