sábado, 11 de julho de 2009

A sombra e a ilusão

De volta ao lar...Já tinha quase me esquecido que tinha um blog. A vida tá muito corrida.
Mas como hoje tinha uma nova lamentação, aqui estou.Espero que apreciem o texto.
Até mais.

Não sei mesmo dizer o que desperta em mim a ilusão na qual a vejo;
Ou o que me faz parecer lembrar você... Ainda nem te conheço.
O sonho bom que alegra todo o meu dia;
É a realidade sombria que me impede de dormir durante a noite.
Não sei porquê me faz sonhar acordado;
Se quando deito sua ausência me assombra.
Durante todo o meu dia fico na expectativa;
De quando irá aparecer e iluminar a minha existência;
Com o mais singelo gesto: "um sorriso".
Mero devaneio, outra vez não vieste;
Será que os deuses do amor se esqueceram de mim?
Será que você nunca virá à existir?
Seria tê-la outra mera fantasia criada pela minha conturbada mente;
Que de forma descarada à mim mente, e me enche de ilusões;
Que me fazem acreditar que num relance, no meu despertar amanhã, estarás ali.
O lindo sorriso com o qual sonho e me traz o calor;
Contrasta com as lagrimas da desilusão que choro todas as noites,
Frias e sombrias, nas quais sem ti, retorno a realidade.

2 comentários:

Lua Muller disse...

"Será que os deuses do amor se esqueceram de mim?
Será que você nunca virá à existir?"

Coisas da vida, viver, sofrer, amar... Ninguem passa pela vida sem pensar que deveria estar vivendo mais... faz parte do ser humano essa angustia... É isso que nos diferencia do restante dos seres criados... Somos capazes de amar sem necessariamente querer algo em troca...

Daiana disse...

será que você nunca irá existir?