terça-feira, 6 de maio de 2008

Olhos


Olá...Estava reeditando algumas coisas minhas e decidi postar esse texto.

Não sei se já ouviram falar sobre "sindrome de estocolmo",um mal psicologico da pessoa que se apaixona pelo seu raptor,ou algoz...Esse texto escrevi a alguns anos e agora penso,será que em algum momento não é normal nos apaixonar por aqueles que nos matratam?Fica a questão.

Eu acho que tô cada dia mais louco....



Onde estão os olhos?

Olhos que me perseguem o tempo todo...

Onde estão os olhos?

Esses que me vigiam em tudo que faço...

Onde estão os olhos que me corrigem e me cobram a todo momento,

Até mesmo quando a minha atitude não é completamente errada?

Onde estão esses malditos olhos?

Frios e distantes, no momento em que mais preciso;

Chego a duvidar que eles realmente existem...

Porque será que quando mais me sinto sozinho,

Eles me abandonam...

A resposta quase sempre me vem como um tiro;

Não podem dedicar o tempo necessario as reclamações de alguem tão insignificante...

E eles existem prá cobrar, não prá ajudar...

Nem se importa se sinto dor ou não.

Nesse momento acho que eles duvidam que eu exista...

O momento em que eu preciso para dizer o que sinto;

O que sofro,o que vejo,é visto como desperdicio de tempo com algo tão atoa...

Será que eles sabem que sofro tambem???será que eles me odeiam?mas porquê?

O que foi que eu fiz???

Se sou culpado, nem sei, mas pelo que fui julgado...

Só sei que as vezes preciso de algo ou alguem;

E até aquilo que me maltrata, faz falta...

Me sinto carente, até de ser odiado...

Porquê nas horas que mais preciso nem eles me respondem...

É terrivel se sentir sozinho, abandonado seja lá por quem.

E pior e saber que em alguns momentos,até quem nos maltrata;

Nos abandona tambem...

Porquê não me respondem?

Por onde andam?

Onde estão os olhos?...
Quero mandar um grande beijo prá Biazinha,e agradeçe-la por estar me dando umas ajudinha com esse blog aki...Vlw...

3 comentários:

biazinha disse...

Nem acho você louco, pois há pessoas com a auto-estima muito baixa ou que fragilizada começa a ver o raptor com uma espécie de tábua de salvação...é o grito desesperado de uma alma aflita.
Que isso, Gio...gosto de ti e quero te ver tranqüilo.

Bjuxxx.

biazinha disse...

Fiz um poema pra vc, vai lá ver.

bjuxxx.

Daniela Filipini disse...

ooiii
muito lindo seu texto \o
adoreei ;*