terça-feira, 27 de maio de 2008

Saudades (isso é injusto)





Perdi a uma semana,o maior presente que até o dia de hoje tive de Deus,minha cachorrinha.
Mais do que simplesmente um animal de estimação,ela era minha melhor amiga,uma verdadeira terapeuta,pois me entendia somente com o olhar,sentia o que eu sentia e demonstrava muito amor por mim.A minha criança interior ainda chora muito, e acho que esse pedaço de mim morreu.Só queria escutar o latido dela mais uma vez. Saudades Pimenta.


Partiu sem dar um ultimo adeus prá mim,seu melhor amigo;
Isso só me faz perguntar se vale mesmo a pena toda essa droga;
Mais que uma amiga,era meu anjo de quatro patas e sem asas;
Espevitada tinha conseguido o nome mais adequado,Pimenta.
Não era hora de dizer adeus, não era esse o combinado lembra;
Travessa me deixou sozinho,sem a companhia do seu docil olhar;
Agora,como vou olhar prá cima e sentir que não está a vista.

Vou sentir a sua falta amiguinha,das vezes em que ao meu lado;
Me olhava como se fosse a unica que me entendia.E era;
Você foi a arte que Deus pintou em minha vida,mas novamente;
Esse destino maldito, teve a desonra de estragar tudo, e acabou;
Com mais uma das minhas esperanças.A de voltar,senão prá todos;
Pelo menos para aqueles que se entristeceram ao me ver partir;
Mas me apoiaram,pois sentiam que aquilo era o melhor.

Queria só mais uma vez te ver latindo,comemorando o pouco tempo que tinhamos juntos;
Correr com você,te jogar na lagoa,te ver fugindo de lá,como se estivesse com raiva de mim;
E depois voltar como se nada tivesse acontecido.
Chegar em casa,te dar um banho daqueles que te revoltava;
E que minutos depois te enchia de alegria,pois;
Logo após se prendia na toalha e não queria soltar.

Já tô sentindo demais sua falta,por favor volta,essa brincadeira;perdeu a graça.
Se é que teve alguma graça.Saudades pretinha,te amo muito,te quero de volta...

2 comentários:

kami disse...

Olá!!!

Imagino o tamanho da tristeza e da saudade, meu cachorro tb morreu recentemente, ganhei o Thor no meu aniversário de 15 anos, e quando me perguntavam qual tinha sido o melhor presente que ganhei na vida, sempre dizia que era ele, hoje se perguntam prefiro não responder, ainda fico com a voz embargada e com os olhos cheios de lagrimas!

Incrivel como a gente pode sofrer tanto por uma animalzinho...e como podemos nos apegar e sofrer...

Espero que vc supere isso logo, se é que é possivel....o poema tá lindo viu!

*bjusssss

biazinha disse...

Fiquei comovida. Eu tive uma gatinha preta vira-lata. eu e alguns vizinhos a criavamos aqui na garagem. Mas alguém de coração perverso deu um sumiço nela. chorei por mais de uma semana, e até hoje me ressinto quando vejo suas fotos. Seu nome era Cat.talvez agum dia ela vire tema de uma poesia. Quanto ao seu poema, ele tá lindo demais!
Bjuxxx.